Como é maravilhosa a notícia de uma gravidez, não é mesmo ? Talvez a gestação não seja tão esperada naquele momento , mas depois que passa o primeiro de impacto, a surpresa inicial, uma nova estação acontece na vida desta mulher. Dentro da alma da futura mamãe um mundo mágico se abre e uma linda história de amor, dedicação e mudanças começa.

A gente se preocupa com tudo: alimentação, quarto, roupas, exames, consultas , o nome… Enfim, tudo. E ficamos meses atarefados preparando o “ninho” físico e visível para a chegada do filhote já tão amado e esperado. Mas a maioria de nós também prepara um ninho invisível, de boas “vibrações, intenções e petições “.

Envolvemos a criança com todos os bons pensamentos que possamos ter. Todos os planos de um futuro de sucesso, próspero e feliz para esse novo membro da família. A cada exame, a cada consulta ou ultrassom muitas de nós oramos pedindo que o coração do bebê esteja batendo no ritmo certo , que nosso filho nasça perfeito, saudável . Que nada de mal aconteça com ele. E todos esses períodos de pensamentos, declarações e pedidos recebe o nome de: Oração.

Porém, mesmo com todo apoio e proteção que damos nossos filhos antes e depois do nascimento, eles ainda necessitam de uma redoma invisível de amparo. Há situações que não temos o que fazer (mesmo querendo muito como em caso de doença), ou ainda, já fizemos tudo e nada adiantou (Como em caso de choro sem motivo aparente).

É nestas horas que lembramos e recorremos novamente à oração. E por mais bobo que possa parecer ou sem lógica alguma, nos acalmamos e a situação se resolve. Talvez não imediatamente como queremos, mas apenas falar sobre o que nos aflige deixa mais confortadas e temos clareza em nossas próximas ações.

Quero te encorajar a manter um hábito de oração, não somente em prol de seus filhos, mas por VOCÊ também.

Oração pode ser determinante para o seu sucesso.

Não é a toa que em plena crise econômica, a empresa Mary Kay não para de faturar e receber novas consultoras a cada dia. Além de bons produtos e uma filosofia de sucesso, a ORAÇÃO faz parte do roteiro das visitas. Se você já recebeu uma consultora Mary Kay provavelmente antes de começar o seu trabalho ela orou. E este é apenas um exemplo.

Então nada mais do que sugestivo você colocar na “pauta“ da sua oração não só seus filhos e famílias como também: o seu trabalho, projetos, finanças, enfim por tudo e todos a sua volta.

A oração ajuda a ter percepções diferenciadas.

Mas você pode pensar: Nem religiosa eu sou, não acredito nestas coisas, como vou orar? No programa Encontro com Fátima Bernardes, na TV Globo o Neurocirurgião Fernando Gomes declarou:

“A fé a ciência estão conversando. Está diferente. Trabalhos neurocientíficos mostrando como trabalha o cérebro durante a oração já mostraram que algumas áreas como o lobo frontal, que está relacionado com a concentração e a atenção e a parte emocional do cérebro – o sistema límbico – ficam mais funcionantes durante a oração. E ao mesmo tempo, o que é interessante, a parte posterior do cérebro, a região parietal, que é responsável por termos entendimento do meio-ambiente, da dimensão do nosso corpo físico, do tempo, se silencia”, destacou Gomes.

Portanto, mesmo que não tendo nenhuma crença religiosa, ou não tem fé suficiente que há um Deus que rege todo o Universo, ou pode te ajudar de alguma forma, à ciência comprova que algo diferente acontece quando em nosso celebro quando oramos.

Expor seus medos, aflições, desejos, desafios , necessidades e agradecimentos diariamente, pode manter sua mente alerta para as oportunidades que podem surgir e estratégias para amenizar possíveis problemas.

Se você quer ser, não só uma Mamãe de Sucesso , mas também uma Mulher de Sucesso inclua oração em sua vida. Gosto muito de uma frase que diz assim: “Ore como se tudo dependesse de Deus. E trabalhe como se tudo dependesse de você.” Com esse pensamento diário, não tem sucesso que não aconteça.

Escrito por:

Leticia Moura Rosa

 

Avalie este post.

Vanessa
Vanessa

Olá, Meu nome é Vanessa Ribeiro, tenho 35 anos, sou casada há 13 e a melhor parte de mim é que sou mãe de uma garota de 8,5 anos e de gêmeos de 1,5 ano. Sou administradora, empreendedora digital e coach de mães que desejam conciliar carreira e maternidade.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.