Ultimamente muito tem se falado sobre o tal Empoderamento Feminino, seja nas redes sociais, noticiários, no mundo corporativo ou nas conversas informais do dia a dia. Mas, afinal de contas, o que é Empoderamento Feminino?

O dicionário Aurélio nos dá uma definição muito clara, Empoderamento significa “dar ou adquirir poder ou mais poder”. Simples e objetivo, Empoderamento Feminino é dar poder para a mulher, ou melhor, A mulher adquirir o poder.

Perceba que esse poder não significa um mando ou uma autoridade, em que o medo é refém dos mais próximos, mas simplesmente assumir a sua importância, entender e perceber que você é capaz de fazer algo.

A verdade é que esperamos que essa ideologia de Empoderar a Mulher comece na sociedade, quando nós é que devemos dar o primeiro passo. Nós que precisamos entender quem somos e quão longe podemos chegar quando a nossa confiança e autoestima estão bem alicerçados.

Infelizmente ainda vivemos em um mundo machista, onde homens ganham mais que mulheres e o trabalho doméstico é desvalorizado. Essa é uma realidade que, sinceramente, eu penso que está um pouco longe de mudar, porém precisamos começar! Então que seja agora, que seja comigo e com você!

Por isso, algumas dicas são essências para entender nosso lugar no mundo e perceber que quando nos valorizamos primeiro, a mudança que isso causa é visível até para aqueles que convivem conosco diariamente.

Abaixo eu listei 5 dicas para que você comece a se empoderar e também orientar os seus filhos com relação aos benefícios de uma sociedade igualitária. Somente assim deixaremos uma sociedade mais justa para os nossos filhos.

Empoderamento Feminino! 5 Dicas para começar:

  1. Deixe de lado a sua insegurança: Saia da sua zona de conforto e enfrente seus medos. Não há outra forma de saber se aquele seu antigo sonho seria possível ou não se não for tentando. Seja mais ousada, capriche no batom vermelho, converse francamente com seu parceiro, peça um aumento de salário ou tire da gaveta seu projeto de empreendedorismo. Faça algo por você!
  1. Aprenda a lidar com o preconceito: Ainda vivemos em uma sociedade muito preconceituosa, porém é preciso aprender a lidar com isso da melhor forma possível. Quando receber uma crítica use isso como um incentivo (eu sei que às vezes isso é beeeem difícil), como um trampolim que te impulsiona a ir mais longe.
  1. Sempre que possível priorize as suas vontades: Para as mães isso é uma tarefa praticamente impossível, porque depois que os filhos chegam, eles e/ou muitas outras atividades serão sempre prioridade na nossa lista. Comprar um batom novo para você ou uma roupa nova para o filho? Roupa nova! Assistir um filme ou passar aquela pilha de roupas que está lá há dias? Passar roupa. E assim por diante, no entanto, mais cedo ou mais tarde estaremos em total descaso conosco e a beira de uma depressão. Quando nos anulamos demais, sufocamos nossa essência e não será possível chegar muito longe.
  1. Enfrente seus medos: Mesmo que você não alcance seu objetivo, vivenciar as dificuldades irá te deixar ainda mais forte.
  1. Conheça a si mesma: Uma mulher empoderada conhece a si mesma, sabe quem ela é e aonde quer chegar. Conhece suas limitações e sabe valorizar aquilo que tem de melhor.

Se para você é importante que as pessoas te vejam além das “funções domésticas”, é preciso antes de tudo que VOCÊ se veja além dessas atribuições que são na maioria destinadas as às mulheres, se enxergue como alguém que tem qualidades, talentos e conhecimentos para compartilhar.

Você é muito mais capaz do que pode imaginar! Não seja como uma galinha que vive ciscando e olhando para baixo. Seja Águia e voe alto!

Empodere-se!

Susan Maia

 

Avalie este post.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.