Empreender sempre foi um sonho, mas foi quando começamos a pensar no nosso primeiro filho que eu decidi que era o momento de planejar um negócio próprio. Ao mesmo tempo que eu queria muito acompanhar de perto a vida do meu bebê, eu não queria parar de trabalhar. Então eu via o empreendedorismo como melhor caminho a seguir.

Naquela época, eu fiz diversos cursos do Sebrae, fiz um estudo de caso para montar uma escolinha infantil, recebi algumas propostas de sociedade, porém meu marido me desencorajou dizendo que era mais seguro deixar o dinheiro em uma aplicação do que arriscar algo que poderia dar errado. E pela falta de apoio do meu marido eu desisti e voltei para o mercado de trabalho com a minha filha pequenininha.

E se tivesse dado certo?

Você já imaginou que eu poderia estar neste momento com uma escolinha infantil consolidada. Esta escolinha poderia estar completando 10 anos! Ah, e eu ainda poderia ter economizado toda a educação infantil dos meus filhos e criado eles literalmente na barra da minha saia.

Enfim, o tempo passou, muita coisa aconteceu neste período e eu conto um pouco sobre isso aqui neste artigo, mas logo depois que eu voltei da licença maternidade dos gêmeos a minha vida virou um inferno! Meu casamento parecia que ia chegar ao fim e o motivo de tanta discussão era o stress e o cansaço. Até que um dia eu fui chamada na escola da Gabi, pois ela já estava sendo afetada diante de tantas discuções. A professora disse que ela estava muito nervosa com medo de os pais se separarem. Este momento para mim foi a gota d`água para eu criar coragem de arriscar uma nova vida.

Neste momento a dor de continuar naquela situação era maior do que a dor de mudar, por este motivo eu precisei arrancar a coragem de dentro de mim e arriscar.

Arriscar apesar do medo!

E nesta trajetória eu descobri que o que estava me empacando não era a falta de apoio do meu marido, ou a falta de dinheiro que eu alegava sempre que pensava em empreender, mas sim a falta de autoconhecimento e autoconfiança. Por não ter clareza do que eu realmente queria, por não me conhecer o suficiente e não acreditar em mim, eu não conseguia arriscar.

Quando eu decidi tomar uma atitude, apesar do medo, e me coloquei em movimento as coisas começaram a acontecer e as oportunidades certas começaram a aparecer.

Medo todo mundo sente, só que as pessoas que alcançaram o sucesso, que já chegaram aonde você quer chegar é porque arriscaram apesar do medo. É porque substituíram o “e se der errado” pelo “e se der certo”.

Depois do meu conflito pessoal e profissional após a minha segunda gestação, eu realmente precisava dar um jeito de trabalhar em casa.

O segredo para você criar coragem, apesar do medo é substituir os seus “e se” negativos pelos seus “e se” positivos.

E se eu fracassar?  –  E se eu tiver sucesso?

E se eu não conseguir clientes?  –   E se os clientes gostarem muito do meu trabalho?

E se as pessoas me criticarem?  –  E se me elogiarem?

Você precisa conhecer o que está te limitando e aprender a reprogramar a sua mente.

No Programa Mamãe de Sucesso antes mesmo de você começar a planejar o seu novo negócio você irá trabalhar a sua mentalidade e o seu autoconhecimento, pois estes são os seus alicerces.

E pare de se sentir menor do que os outros. A gente sempre se dá um milhão de desculpas para não começar nada pelo medo de agir e dar errado. Pare de achar que já tem muita gente boa no mercado e que não tem espaço para você. Todo mundo que hoje tem sucesso, um dia deu o primeiro passo. E começou do zero.

Se você sempre pensar e “se não der certo”, não vai dar certo mesmo porque é isso que está na sua vibração.

O Programa Mamãe de Sucesso é um programa de coaching online para mães que buscam qualidade de vida e realização pessoal e profissional através de um trabalho em homeoffice.

Clique aqui para conhecer o Programa Mamãe de Sucesso

 

E você? Tem medo do quê? Deixe nos comentários ou me envie um e-mail. Vou adorar ouvir a sua história!

Avalie este post.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.